Innovación en equipos de Rayos X Odontológicos

Notícias

18/09/2013 voltar

Planejamento e inovação

Imagem retirada de http://www.odontomagazine.com.br/2013/09/05/planejamento-e-inovacao/
Imagem retirada de http://www.odontomagazine.com.br/2013/09/05/planejamento-e-inovacao/
Novas tecnologias, gestão de projetos, administração de pessoas, etc. São muitos os desafios para uma administração eficiente na atualidade. E a diferença entre um simples empresário e um empreendedor é justamente a noção de que conhecer essas habilidades são fundamentais para o sucesso de um negócio.

No ramo odontológico, sobretudo, os profissionais dificilmente têm contato com a área de gestão durante a graduação, mas quando recebem o diploma universitário, o caminho mais óbvio para atuar na área é abrir o próprio negócio. E aí podem começar os problemas: como atuar na área odontológica e de gestão ao mesmo tempo? Este é o momento em que o espírito empreendedor deve prevalecer, para que a clínica odontológica transcenda a simples prestação de serviço e se torne uma referência para os consumidores.

Para isso, além de um ótimo atendimento, com profissionais qualificados e materiais modernos, é preciso a exata noção de que qualquer negócio precisa de consumidores. E na Odontologia, os tratamentos longos, desgastantes e com resultados graduais, podem abrir o precedente para que o cliente desanime e se afaste do consultório. Então, como manter a qualidade do atendimento e os clientes satisfeitos? O segredo é entender sobre gestão de negócios.

Existe mais de uma opção para iniciar um negócio. Pode ser uma iniciativa própria, com a concepção de uma marca, ou então buscar uma franquia, que já tem todo know how do negócio e marca própria. Para ambas as opções existem uma gama de conhecimentos que o empresário precisa direcionar para ser bem-sucedido. Marketing, recursos humanos, finanças, atendimento, compras, etc, são algumas das competências necessárias para que o processo final, que é fazer o cliente chegar até a clínica e retê-lo, seja o melhor possível, convertendo o trabalho em lucro. Cada especialidade tem uma função e, todas juntas ajudam ao gestor a manter o processo administrativo de maneira homogenia e funcional.

Mas, para ser empreendedor, além de entender de gestão de negócios, é preciso inovar, olhando para possíveis oportunidades, de maneira criteriosa, analisando quais as melhores possibilidades para desenvolver sua estratégia empresarial, trazendo-as para o contexto real.

Para tanto, é necessário planejar. O planejamento é o estabelecimento de metas, delineando estratégias e meios para alcançá-las. Todos os negócios podem sofrer variações e é fundamental que o planejamento contemple táticas para passar por períodos de prosperidade ou de recessão. O im-portante é que o empreendedor, percebendo uma oportunidade, analise os riscos e trace planos para atingir seus objetivos de maneira ordenada, evoluindo com seu negócio de maneira consistente.

O empreendedorismo conta com a inovação para reinventar os processos e descobrir oportunidades. No ramo odontológico, onde novas tecnologias e procedimentos são constantemente renovados, é necessária toda atenção para adequar novas propostas aos antigos conceitos, somando-se a isso, a administração de um negócio que exige excelência em sua prestação de serviços.

A Odontologia é uma ótima oportunidade para criar empreendedores, uma vez que o dentista que quer ser empresário tem que expandir seus conhecimentos e sua visão, saindo do consultório e analisando o mercado para entender, agora como gestor, os desejos e necessidades dos seus clientes, atuando para que ele seja plenamente satisfeito em cada visita ao consultório.

A chave para sucesso de qualquer negócio depende da capacidade do empresário em aceitar todos estes fatores e transformá-los a seu favor. É pensar como um administrador, entendendo clientes e colaboradores, buscando oportunidades para melhorar e se desenvolver nas mais diversas áreas. Empreender é aprender a aprender, evoluindo de maneira consistente e gradual para transformar a Odontologia em um negócio de alta rentabilidade.


Fonte: Odontomagazine, escrita por Fernando Massi