Innovación en equipos de Rayos X Odontológicos

Notícias

13/11/2013 voltar

População brasileira e a ATM

Imagem retirada de http://www.odontomagazine.com.br/2013/11/07/populacao-brasileira-e-a-atm/
Imagem retirada de http://www.odontomagazine.com.br/2013/11/07/populacao-brasileira-e-a-atm/
Dor de cabeça constante, sensação de tontura, dor na mastigação, desconforto na região ocular, zumbido no ouvido; estes são alguns sintomas que podem estar relacionados a problemas na mandíbula, ou disfunção da articulação temporomandibular, também conhecida como ATM. Muitas pessoas não procuram ajuda e passam anos tomando medicação sem saber a causa. E isso, segundo Alexandre Moro, Doutor em Ortodontia, professor da UFPR e Universidade Positivo e presidente da Associação Paranaense de Ortodontia, poderia ser de fácil solução, mas às vezes se complica dependendo do tempo para procurar o tratamento.

A mandíbula é o único osso móvel do rosto e é a região onde estão os dentes inferiores. Existem diferentes técnicas de tratamento que podem ser usadas para aliviar os desconfortos causados pelo mau funcionamento da articulação. Algumas delas são utilizadas inicialmente para resolver o problema da articulação, como por exemplo, placas de acrílico e fisioterapia. Em seguida, o correto é uma avaliação odontológica para verificar se há necessidade de outro tipo de intervenção, como prótese ou uso de aparelho ortodôntico.

Moro explica que há muitas opções de aparelhos, mas que para quem não quer interferir na estética existe a colocação dos braquetes na parte de trás dos dentes, também conhecidos como aparelhos invisíveis.

Uma das técnicas usadas por Moro é o aparelho 3D, customizado no computador e feito na França com uma técnica de última geração. A outra é o aparelho 2D. “Essa opção tem um excelente custo/benefício para tratamentos de casos mais simples, já que a montagem é realizada aqui no Brasil, diminuindo assim o valor do aparelho”, explica Moro. Como cerca de 10% da população brasileira sofre com alterações na região da mandíbula, é recomendável primeiramente uma consulta ao dentista para prevenir e evitar dor de cabeça. Muitas vezes apenas o uso do aparelho já consegue corrigir a mordida, aliviando assim a mandíbula e solucionando o problema.

Fonte: Odontomagazine